V Seminário Nacional de Certificação Digital apresenta cases de sucesso da ICP-Brasil

V Seminário Nacional de Certificação Digital apresenta cases de sucesso da ICP-Brasil

O segundo dia de apresentações do V Seminário Nacional de Certificação Digital, 25 de maio, foi dedicado a apresentação de programas e sistemas beneficiados pelo uso do certificado digital ICP-Brasil
Data da publicação: 01/06/2017
O segundo dia de apresentações do V Seminário Nacional de Certificação Digital, 25 de maio, foi dedicado a apresentação de programas e sistemas beneficiados pelo uso do certificado digital no padrão da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP-Brasil. A BRF Alimentos, o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) e a empresa Sollis foram as entidades que utilizaram o espaço do Seminário, realizado em São Paulo, para falar de suas experiências com a certificação.
 
No início dos trabalhos, o gerente de Operações de Compras e Contratações da BRF Alimentos, Tiago Marcaneiro, falou da experiência da empresa na adesão aos contratos assinados digitalmente. Além da agilidade adquirida com o novo processo, Marcaneiro também falou sobre os benefícios ganhos em segurança e disponibilidade. “Agora conseguimos saber onde cada processo se encontra, quem já assinou, quando exatamente será liberado o pagamento. Temos mais controle sobre todos os nossos contratos”.
 
Em seguida, o Processo Eletrônico do TCE/SP (e-TCESP) foi o tema da apresentação de Sandra Maia, gestora do projeto. A servidora mostrou como o uso do certificado digital modernizou a Corte de Contas Públicas e trouxe uma série de benefícios, entre eles a economia. “As pessoas precisam avaliar a relação entre custo e benefício. O preço do certificado digital parece elevado, mas quando colocamos no papel todos os custos que são cortados com a adesão ao digital, nos damos conta da grande economia gerada”.
 
A última apresentação do Seminário foi realizada pelo Ceo co-fundador da empresa Sollis, Carlos Eli Ribeiro, que, ao apresentar a solução para prescrição eletrônica de medicamentos, abordou temas importantes como inovação, investimento e desenvolvimento de novas tecnologias. Para Ribeiro, a certificação digital ICP-Brasil abre uma porta para modernização segura e autêntica de todos os serviços de saúde prestados no país, facilitando o controle de demanda e oferta de medicamentos, além da segurança e qualidade de acesso aos prontuários dos pacientes.
 
Confira as apresentações:
 
Fonte: ITI
CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282