Contadores impulsionam uso do Certificado Digital

Contadores impulsionam uso do Certificado Digital

As autoridades certificadoras estão investindo fortemente no relacionamento com esse público. O vice-presidente da Certisign e presidente da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD), Julio Cosentino concedeu entrevista ao Jornal do Comércio sobre o assunto.
Data da publicação: 24/05/2017
A imagem da calculadora, pilhas de papéis e arquivo cheio de documentos ficou para trás. Os contadores se tornaram, hoje, os principais incentivadores do uso de tecnologias, como a da certificação digital. De olho neste cenário, as autoridades certificadoras estão investindo fortemente no relacionamento com esse público. 
 
O vice-presidente da Certisign e presidente da Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD), Julio Cosentino, lembra que antes o certificado digital servia apenas para o contador se comunicar com o governo. "Hoje, ele usa também para firmar contratos com clientes e fornecedores por meio da assinatura digital", diz Cosentino. 
 
Atualmente, destaca o especialista, o certificado já pode ser armazenado no celular por meio do mobileID. A expectativa é que a tecnologia seja utilizada para cada vez mais serviços e substitua autenticações e assinaturas em geral. "As empresas podem oferecer aplicações compatíveis com o certificado, como os e-commerces que sofrem com a fraude de identidade e chargeback", ressalta. 
 
A fim de aproximar ainda mais os contadores, a Certisign criou um programa de relacionamento que comissiona esses profissionais por venda de Certificado Digital e ainda garante outros benefícios, como descontos em lojas virtuais e atendimento diferenciado. Além dos benefícios fixos do Clube do Contador, a Certisign investe em campanhas sazonais baseadas em desempenho. 

JC Contabilidade - Como os contadores têm colaborado com a disseminação do certificado digital? 
 
Julio Cosentino - O contador é um dos principais parceiros que a Certisign têm. Hoje, atua lado a lado na gestão dos negócios dos empreendedores, profissionais liberais e empresários. É ele quem indica a certificação digital para o cumprimento das obrigações fiscais e explica aos seus clientes, dos mais diversos setores, o que é o certificado e as vantagens. O contador entende as vantagens de utilizar a tecnologia da certificação, tanto é que ele está expandindo o uso do certificado. Se antes ele usava apenas para se comunicar com o governo, hoje ele usa também para firmar contratos com clientes e fornecedores por meio da assinatura digital, que dispensa o uso do papel e da caneta, garantindo uma rotina sustentável e ágil e redução de custos. Por consequência, garante a eles muito mais tempo para se aperfeiçoar em seu trabalho ou mesmo ganhar mais tempo junto a sua família. Então, é uma situação de duas vias, o contador nos ajuda a disseminar o uso da certificação, ao mesmo que ele desfruta de todos os benefícios da tecnologia. 
 
Contabilidade - Quais as facilidades oferecidas pelo certificado digital? 
 
Cosentino - Além do cumprimento das obrigações fiscais com o governo no meio digital, é possível utilizar o certificado em diversas aplicações, como para a assinatura de documentos, sem papel e caneta. A cada uso do certificado é gerada uma assinatura digital que tem o mesmo valor jurídico da manuscrita, assegurado pela legislação brasileira. Isso significa que, com poucos cliques, qualquer arquivo eletrônico pode ser assinado com valor jurídico. Basta acessar um portal de assinaturas e assinar usando o certificado. Desta forma, negócios podem ser formalizados a qualquer hora e em qualquer lugar, inclusive pelo celular, já que o certificado, hoje, também pode ser armazenado em smartphones e tablets por meio do mobileID. Outras aplicações são autenticação em sites, abertura e fechamento de empresas na internet, entre outras. Em resumo, o certificado viabiliza a migração dos processos físicos para o digital. 
 
Contabilidade - Você espera que ainda surjam mais usos à certificação? Quais? 
 
Cosentino - Sim, cada vez mais as empresas públicas e privadas estão conhecendo os benefícios da certificação digital e incluindo-a como meio de autenticação e de assinatura de documentos. O certificado digital, por garantir a identidade de quem realiza uma determinada transação e a autenticidade, viabiliza que processos físicos sejam migrados para o digital e, como isso gera inúmeros benefícios, é uma tendência que cada vez mais ele seja exigido em processos privados e públicos. Vale dizer que a comodidade que a certificação digital promove também está sendo considerada no aumento das aplicações. Hoje, o certificado pode ser armazenado no celular por meio do mobileID. A tecnologia está cada vez mais acessível a todas as pessoas e em todos os lugares e, por consequência, as empresas podem oferecer aplicações compatíveis com o certificado, como os e-commerces que sofrem com a fraude de identidade e chargeback. Com a autenticação por meio do certificado, por exemplo, esse setor diminuiria as fraudes já que há a garantia da identidade e validade jurídica. O que é realizado por meio do certificado não pode ser repudiado. 

Contabilidade - Você projeta que as vendas de certificações aumentem este ano em relação a anos anteriores? Quanto? 
 
Cosentino - O mercado de certificação digital cresce gradualmente e, estamos positivos, em relação à Certisign. Esperamos um crescimento de, ao menos, 10% referente ao ano anterior. As empresas estão cada vez mais interessadas em tornar seus processos digitais, ganhar celeridade e, ainda, reduzir custos, benefícios que a Certificação garante. De acordo com a Associação Nacional de Certificação Digital (ANCD) de 2010 para 2016, a emissão de certificado digital no mercado cresceu 142% 
 
 

Fonte: Jornal do Comércio  

CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282