TRE/AL fará recadastramento biométrico em mais dois municípios

TRE/AL fará recadastramento biométrico em mais dois municípios

Mais dois municípios, Belém e Jundiá, adotarão o sistema biométrico de votação nas próximas eleições. Na próxima semana a Justiça Eleitoral define o calendário do recadastramento biométrico, quando os eleitores serão
Data da publicação: 24/11/2010
Gilson Monteiro
Mais dois municípios, Belém e Jundiá, adotarão o sistema biométrico de votação nas próximas eleições. Na próxima semana a Justiça Eleitoral define o calendário do recadastramento biométrico, quando os eleitores serão identificados pela impressão digital. Segundo Daniel Macedo, da secretaria de Tecnologia da Informação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AL), cogita-se ainda que o sistema seja adotado nos 102 municípios.
“O calendário será divulgado em breve, mas esses dois municípios adotarão o novo sistema nas próximas eleições. Com relação aos demais municípios, ainda cogita-se que o sistema possa ser estendido ao demais, porém isso só será definido posteriormente, pelo TSE”, explica Macedo.
“O calendário é definido pelo TRE-AL, que deve fazer isso na próxima semana, pois está sendo dando prioridade, no momento, à avaliação da prestação de contas dos candidatos eleitos”, concluiu o secretário.
O recadastramento biométrico está previsto na legislação eleitoral nos municípios onde o eleitorado superar 65% da população projetada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) ou quando o total de transferências de eleitores no ano for 10% superior ao do ano anterior e nas situações em que o eleitorado exceder o dobro da população registrada entre os 10 e 15 anos anteriores.
Segundo a Justiça Eleitoral, o sistema biométrico foi o que possibilitou um número menor de abstenções do que estava previsto em municípios como Branquinha, Rio Largo e Quebrangulo, que foram afetados pela enchente do mês de junho. Com boa parte da população sem documentação, o sistema facilitou a identificação do eleitor.
“Podemos dizer que o novo sistema foi bem sucedido. Com algumas demoras acima da média por se tratar de uma novidade. Mas foi satisfatório, mostrando segurança no pleito”, disse o presidente do TRE-AL, desembargador Estácio Luiz Gama de Lima.
Nas eleições gerais deste ano, o sistema foi testado em 11 municípios: Barra de Santo Antônio, Branquinha, Chã Preta, Igaci, Jaramataia, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, São Miguel dos Milagres, Coité do Nóia, Maribondo e Rio Largo.
Fonte: www.ojornalweb.com
CLSW 105 - bl. A - salas 104 a 106 / Sudoeste - Brasília-DF - 70670-431 - (61) 3234.6282